Saiba mais sobre distúrbios oftalmológicos

Bem mais complexo do que muitos imaginam, o olho humano é responsável por enviar dados do mundo exterior para o cérebro. Essa transmissão de informações ocorre de maneira complexa, auxiliada por uma interconexão de nervos e membranas.

Em primeiro lugar, a luz refletida em um objeto passa pela córnea. Os músculos em torno do olho se contraem ou relaxam para ajustar a forma da lente, focalizando os raios de luz. Estes raios atingem a retina e são interpretados por mais de 100 milhões de células sensíveis, que transmitem a imagem visualizada ao cérebro através do nervo óptico.

Como os raios de luz se cruzam enquanto atravessam a córnea, a retina interpreta a imagem de cabeça para baixo — mas o cérebro reajusta a imagem, garantindo a orientação adequada.

Grande parte da população apresenta pequenos distúrbios de visão, que comprometem o processo de interpretação das imagens pelo cérebro. As razões e origens destes distúrbios são inúmeras, mas o resultado é sempre o mesmo: dificuldade para enxergar. O conhecimento dos sintomas é o primeiro passo para identificar estes problemas. Nos próximos posts do blog, vamos mostrar para você quais são os principais distúrbios oftalmológicos e seus sinais. Não deixe de ver! 😉

Bem mais complexo do que muitos imaginam, o olho humano é responsável por enviar dados do mundo exterior para o cérebro. Essa transmissão de informações ocorre de maneira complexa, auxiliada por uma interconexão de nervos e membranas.

Em primeiro lugar, a luz refletida em um objeto passa pela córnea. Os músculos em torno do olho se contraem ou relaxam para ajustar a forma da lente, focalizando os raios de luz. Estes raios atingem a retina e são interpretados por mais de 100 milhões de células sensíveis, que transmitem a imagem visualizada ao cérebro através do nervo óptico.

Como os raios de luz se cruzam enquanto atravessam a córnea, a retina interpreta a imagem de cabeça para baixo — mas o cérebro reajusta a imagem, garantindo a orientação adequada.

Grande parte da população apresenta pequenos distúrbios de visão, que comprometem o processo de interpretação das imagens pelo cérebro. As razões e origens destes distúrbios são inúmeras, mas o resultado é sempre o mesmo: dificuldade para enxergar. O conhecimento dos sintomas é o primeiro passo para identificar estes problemas. Nos próximos posts do blog, vamos mostrar para você quais são os principais distúrbios oftalmológicos e seus sinais. Não deixe de ver! 😉