Parece que a vida está corrida para todo mundo. Raramente temos um tempo para parar e pensar, e parece que sempre acabamos deixando a qualidade de vida em último lugar na lista de prioridades. Só que todo mundo sabe da importância do exercício físico, por exemplo.

Aprenda com a gente alguns exercícios rápidos que podem ser feitos em casa, usando itens que todo mundo tem. Eles não substituem um treino regrado e adaptado às suas necessidades, mas já ajudam bastante a criar o hábito de se movimentar.

1. Polichinelo

Exercício aeróbico que trabalha todo o corpo e ainda serve de aquecimento para o restante, o polichinelo também não precisa de nada a não ser você mesmo. Dá para fazer onde quiser, no ritmo que preferir. Comece com séries curtas, como três de dez. É importante fazer uma pausa de, no mínimo, um minuto entre as séries deste e de todos os outros exercícios.

2. Step-up com cadeira

Na academia, este exercício depende de um acessório que oferece a elevação. Só que você pode simular o movimento usando uma cadeira ou banco que você tenha em casa. Apenas fique de olho na altura, nem sempre compensa fazer step-up com uma altura muito grande. Se preferir, inverta a ordem e comece com o step-up, que, assim como o polichinelo, serve como aquecimento.

3. Flexões

Um exercício clássico que pouca gente gosta, mas é essencial. Se você está começando, opte por séries menores e vá aumentando conforme o seu condicionamento físico vai melhorando. Assim como o polichinelo, este exercício não precisa de nenhum acessório, então dá para fazer onde você quiser. É importante ter bastante espaço para afastar os braços da forma ideal.

4. Abdominais

Posicione-se da forma correta e, conforme estamos recomendando até aqui, comece com séries mais curtas. Não tem segredo para dominar a abdominal a não ser muito treino para conseguir facilidade nas próximas vezes. Lembre-se de fazer pausas de, no mínimo, um minuto entre as séries.

5. Tríceps nas paralelas

Vamos usar novamente uma cadeira. Apóie-se nela de costas e faça movimentos para cima e para baixo. Em academias, geralmente existem aparelhos que fazem este papel, mas o movimento é perfeitamente reproduzível em casa, com o auxílio de uma cadeira ou até uma mesa de centro.

Com estes exercícios, já é possível dar o primeiro passo em direção a uma qualidade de vida melhor. Mas não se engane: nada substitui um treino com aparelhos convencionais e, o mais importante, o aconselhamento de um instrutor. Antes de iniciar qualquer exercício, converse com o seu médico. Bom treino!